Um dia recheado de praias, esportes radicais e história!

Um dia recheado de praias, esportes radicais e história!

A capital de Santa Catarina ganhou o apelido de «ilha da Magia», Floripa é mesmo encantadora, completa de belezas naturais, uma cultura riquíssima, gastronomia excelente, além de um povo muito bonito e educado.
É impossível resistir aos encantos de Florianópolis – ou, simplesmente, Floripa.
Só as praias, lagoas, dunas e montanhas já valem a viagem.
Não é à toa que Floripa atrai tantos turistas do Brasil e do lado de lá da fronteira.
Os hermanos são presença constante no verão.
Muitos até se mudaram de vez, já que Florianópolis é a capital com uma das melhores qualidades de vida do país.
Praia é o que não falta em Florianópolis: 42 destas esparramam-se pela ilha (sem contar aquelas menores, escondidinhas e sem nome). Com tantas opções, é difícil escolher uma só.

Praia Mole

Tire a manhã para conhecer a Praia Mole, a mais baladeira de todas. As ondas fortes atraem os surfistas enquanto o morro à direita é usado como rampa de decolagem para o voo livre. A praia ainda tem uma vantagem a mais: na fofa faixa de areia rola um forte clima de paquera.

Colada à Praia Mole fica a Joaquina, outro famoso point de surfistas e sede de campeonatos internacionais. Se o mar não for sua praia, arrisque-se no sandboard, e surfe na areia.
O desafio é deslizar pelas dunas em pé, sobre a prancha, sentindo o ventinho bater no rosto. Mas se preferir algo menos radical, encare o esquibunda, em uma prancha um pouco mais larga. Há várias barracas na praia alugam as pranchas.

Praia D Joaquina

Pertinho dali está a Lagoa da Conceição. As águas da maior lagoa da ilha ficam coloridas com as velas de windsurf e kitesurf. Dá para fazer uma aulinha rápida com instrutores e aprender algumas manobras; faça uma caminhada na Avenida das Rendeiras, que contorna a lagoa, cheia de opções de lojas. Aproveite para fazer comprinhas de peças feitas artesanalmente, como toalhas e vestidos.
A Praia de Jurerê Internacional reúne beach lounges que lhe dão um ar sofisticado de Ibiza e Punta del Este. As festas regadas a espumantes e música eletrônica são perfeitas para curtir o fim de tarde à beira-mar.

Jurere Internacional

De lá, dê uma esticadinha até a Praia do Campeche, uma das mais próximas do centro, apesar dos 20 quilômetros de distância. É tão badalada quanto Jurerê Internacional e Mole, mas sua natureza mais rústica, com ventos fortes e mar agitado, atrai fãs de surf e kitesurfe.
E uma curiosidade: os antigos moradores dizem que o nome Campeche vem do apelido que ele deu ao lugar: Campo de Pesca – ou em francês, Champ du Pêche. O certo é que sua obra mais famosa, O Pequeno Príncipe batiza a principal avenida do balneário.

Ilha do Campeche

Compare